Foto rara da Breda Bahia aparece no Ônibus Brasil

Quando eu morava em Salvador, soube de amigos meus da existência da versão baiana da empresa paulista Breda. A empresa (que tem uma versão carioca na área de fretamento), circulou em linhas que hoje são operadas pelas empresas VSA, Jauá, Regional e Ótima Transportes. 

Para a nossa alegria, uma foto da Breda Bahia foi publicada no Ônibus Brasil pelo pesquisador Anderson Oliveira da Silva. Como a filial baiana não possui galeria própria, a foto foi incluída na galeria da matriz paulista. Mas dá para perceber claramente que é a versão baiana, com as bandeiras creditadas como "Salvador" e "Candeias", deixando evidente se tratar de linhas hoje operadas pela VSA. 

O modelo que aparece é o Striuli Cityrama, de design moderno para a época. Me lembro de que em 1977 sai de Niterói para a interiorana São Pedro d'Aldeia (anos antes de morar em Salvador) e o caminhão de mudanças era na verdade um Striuli Cityrama adaptado para caminhão. Como tinha motor traseiro (Magirus, creio), a porta onde entrou a mobília era do lado.

Nosso amigo André Gross, pesquisador incansável da história do transporte baiano, tem mais autoridade para falar sobre a Breda Bahia:

"A Breda começou na Bahia fazendo fretamento para o Pólo Petroquímico de Camaçari. Algum tempo depois a Breda adquiriu a vcs (viação cidade do Salvador) que fazia a linha Salvador x Camaçari. Logo após foi adquirida parte da expresso Nossa Senhora das Candeias. O nome vcs permaneceu desativado por alguns anos e foi reativado em 1977 quando a viazul adquiriu parte da antiga viação cidade industrial. Aí, a vcs se tornou o braço urbano da viazul na região metropolitana de Salvador. Logo após a vcs também passou a ter uma frota Rodoviária que fazia linhas e fretamento."

Veja abaixo a bela relíquia colocada no Ônibus Brasil, mostrando a extinta empresa e seu belo Cityrama Striuli, agradecendo ao Anderson Oliveira da Silva pela divulgação e a André Gross pela informação sobre a Breda Bahia.


Comentários

  1. Parabéns por este magnífico trabalho de resgate histórico de nossos transportes que vocês realizam. Parabéns à toda a equipe. Infelizmente a maioria dos internautas lêem as matérias mas não comentam pois como todos nós sabemos o brasileiro por si só é preguiçoso para escrever e até para pensar. Não fosse assim, já seríamos um país de Primeiro Mundo desde 1985 quando nos libertamos (?) do cruel regime ditatorial militar que vigorou de 1964 à 1985. Êpa, eu disse libertamos? esqueçam o que eu disse sobre isso eh eh eh ...

    ResponderExcluir

Postar um comentário